sábado, 5 de dezembro de 2015

Encontro com o Mestre Jesus, agora na epoca atual...





Dei alguns cursos no sul do Brasil, estava em Itajaí, uma bela cidade no estado de Santa Catarina. Uma senhora amiga do grupo e que fazia parte da igreja local (católica) me diz que gostaria de me levar para visitar uma amiga dela, que eu iria a gostar... Aceitei o convite, não tinha muito mais o que fazer a tarde desse dia. Saímos no carro dela e fomos não muito longe, se tratava de uma casa branca de dois andares..Enquanto descíamos ela me falava que era uma casa espírita e que a amiga dela dirigia os trabalhos. Interessante pensei...  Entramos, a casa parecia vibrar em atividade e uma coisa que achei muito bom foi que todo o mundo estava vestido de branco, pelo menos os que eram da casa.. Chegou uma moça jovem a nos receber, não teria mais de 25 anos em aparência, bonita, cabelo preto cumprido, com um sorriso se dirigiu a minha amiga falando... Só estou terminando um atendimento, leve ele para a sala de reuniões que eu já vou..legal pensei, uma moça tão jovem dirigindo os trabalhos de toda uma casa espírita, subimos ate uma sala ampla onde tinha uma mesa cumprida, bem atrás da cabeceira da mesa tinha um retrato grande do Mestre Jesus...a senhora que me levou falou; Olhe, você não se importa se eu te deixar aqui, tenho que fazer algumas coisas e logo eu te pego, ela não vai demorar e quer muito falar contigo...Claro que não exclamei, te agradeço!! Ela saiu e eu fique sozinho na sala, a mesa so tinha em esse momento duas cadeiras, uma de cada lado da mesa , bem no meio, sentei e fiquei olhando a foto do Mestre, a minha “vivencia” com ele não deixava duvidas da sua existência e do amor que ele sentia pelas pessoas, especialmente por aqueles que sofriam, geralmente os humildes , os resignados, aqueles que tinham perdido tudo mas que ainda acreditavam em algo melhor, aqueles eram os preferidos do Mestre, homens e mulheres... Nesse momento das minhas reflexões comecei a sentir uma forte vibração, característica de quando uma nave de uma dimensão superior esta presente... Uma nave... Que será que ela esta fazendo me questionei... Senti passos e logo a jovem dirigente estava na sala com um amplo sorriso... Sentamos frente a frente... Achei ela muito querida, com uma vibração bonita.. Começamos a conversar coisas sobre o tempo, a cidade... De pronto ela leva a mão na cabeça e diz: Tem uma nave luminosa encima da casa!!... Sim, respondi, tem mas tudo bem, falei tentando fazer a situação simples, me surpreendia que ela tivesse esse alcance visual espiritual , eu sentia mas não conseguia ver nada e nem conseguia escutar nem uma comunicação, tudo chegava a mim codificado, automaticamente já sabia tudo mas era difícil saber os detalhes... Ela continuou falando com a mão na cabeça e os olhos fechados... É uma nave muito luminosa... Tem muita luz... O comandante da nave está enviando uma mensagem para você... Tudo bem exclamei... Você quer que eu te fale o que ele está falando? Ela perguntou... Sim, por favor, querida...
O Comandante falou coisas lindas que eram transmitidas pela minha amiga, sobre mim, sobre ArDalk, sobre o PAD...ate que finalmente ela me diz que o comandante estava se retirando...agradeci pela presença deles e por nos acompanhar na nossa trajetória na Terra... Logo ela levou as duas mãos na cabeça... E falou enquanto tremia... Abriu-se um portal luminoso dentro da nave!!! È muita luz, muita luz, quase não consigo ver... Nesses momentos eu senti a vibração do Mestre Jesus, era a mesma impressão no coração, o sentimento de amor infinito... Ela falou então... É o Mestre Jesus... É o Mestre Jesus e as lagrimas rolavam pelo seu rosto...Sim falei com determinação pois estava sentindo ele, é o Mestre Jesus...Enquanto ela tentava parar de chorar falava...O mestre está enviando uma mensagem para você!!, Posso te falar ela? Claro que sim querida falei também emocionado... Parecia que já não estávamos na sala, era tudo pura luz e uma compreensão e harmonia infinita se fazia presente em essa casa de trabalhos espirituais que se transformava nesses momentos em uma super estação espacial, onde as dimensões e o espaço tentam nos ensinar essas novas leis da física que ainda não compreendemos na sua totalidade e onde o Mestre novamente nos mostrava sua preferência... Ela falou só palavras lindas que sabia vinham do Mestre para mim... Essa mensagem está gravada nos éteres cósmicos... Onde a luz está presente, preencheu meu coração e me fez agradecer por tudo, a compreensão e o entendimento de muitas coisas me fazia vibrar de uma forma inconcebível... Logo que terminou a mensagem ela falou... O Mestre está se retirando..., eu sentia tudo isso antes que ela falasse... Parecia que tínhamos viajado para os mundos luminosos e agora estávamos voltando... Voltei a sentir a cadeira... A mesa... Minha luminosa amiga chorava com o rosto entre suas mãos e repetia... O Mestre esteve aqui, o Mestre esteve aqui... Agradecemos... Ficamos ainda sentados em silencio... Depois, ainda emocionados, sem falar, nos levantamos e nos encontramos na cabeceira da mesa, nos abraçamos e choramos juntos... Ela me perguntava quem era eu que o Mestre se comunicava comigo... Uma felicidade infinita nos preenchia... A noite já tinha caído, descemos as escadas e nisso e senhora que me levou entrava na casa com pressa se desculpando, aquela vez não contei para ninguém o que tinha acontecido...nunca voltei a encontrar ela nem aquela senhora , sei que ela é uma pessoa especial e que assim como eu, nunca esquecerá esse encontro com o Mestre.
(extrato do livro Triadas Estelares de Juan Valdes, ainda não publicado...)

sábado, 14 de abril de 2012

sábado, 23 de abril de 2011

Encontro com o Mestre Meditação com Juan Valdes


quinta-feira, 7 de abril de 2011

Encontro com o Mestre



Quando criança, vivia em uma cidade (Santiago de Chile) que a pesar de ser uma capital, na época tinha ares provincianos, minha mãe era profundamente católica e por uma questão de princípios de Fe ( de ela) estudei em uma escola de padres. Para poder passar de ano tinha que obrigatoriamente assistir a missa os Domingos, para isso tinha um ticket que tinha que ser carimbado depois de terminar a missa. Como criança, preferia ficar brincando, mas não era possível. Na missa , olhava as pessoas e podia “ver” claramente que a maioria não estava interessada no que o padre falava, parecia que todo o mundo estava bem longe de ali, pensando outras coisas enquanto a missa transcorria, eu não era diferente, sentia que tinha alguma coisa errada em tudo isso, olhava para Jesus Cristo pregado na cruz e cheio de sangue e me parecia algo horrível, não entendia como as pessoas podiam gostar de isso, achava algo totalmente fora de cabimento. Não gostava de ser acusado de pecador, ate tentava pensar no que tinha feito para o padre lançar tantas acusações encima da gente. O tempo passou e com a idade veio a compreensão de muitas coisas.  Aconteceu o contato extraterrestre com seres de luz de extremamente  amorosos e nasceu também o PAD (Projeto Águia Dourada).
Comecei um trabalho com grupos, pessoas, muita atividade, encontros, viagens, congressos internacionais, muita energia se movimentava para expandir uma mensagem de Paz Amor e Harmonia.
As pessoas nos grupos me perguntavam por que eu nunca falava do Mestre Jesus e eu ficava perdido, sem argumentos a não ser o que tinha conhecido quando era criança.
Pedi  para a espiritualidade superior uma ajuda, queria realmente saber mais, queria saber sobre o Mestre Jesus, quem era ele realmente?, o que ele tinha falado na época? Porque eu não falava de ele? , isso e muitas outras duvidas  faziam minha cabeça pensar de mais. Meu pedido foi atendido e uma noite, tive uma das maiores experiências que possa lembra nesta vida, tive um Encontro com o Grande Mestre Jesus, uma “vivencia” que jamais esquecerei e que deixo aqui registrada, como uma forma de reverenciar o Grande Mestre e o Amor Universal Incondicional que ele colocou magnamente em seus ensinamentos.
O ENCONTRO COM O GRANDE MESTRE
Aquela noite fui a dormir normalmente sem nenhuma coisa diferente, (as “vivencias” que tenho acontecem em um plano paralelo simultâneo, para mim é como se eu estivesse realmente vivendo aquilo, muito real, esta longe de ser sonho, plano astral ou coisa parecida)...
Estava eu e um grupo de pessoas caminhando juntos, olhei minhas roupas, estava usando uma túnica branca e sandálias, meu cabelo era farto, preto e uma barba abundante, no grupo que caminhava em silencio tinha homens e mulheres, todos eles com uma inquietude em seus olhares, ao mesmo tempo em que brilhava uma luz de esperança, a paisagem era uma parte árida, com exceção de um pequeno morro, onde uma reunião se efetuava, um pequeno córrego de águas cristalinas fazia aparecer o verde desafiante no lugar, continuamos caminhando em direção ao morro, muitas pessoas estavam sentadas em pedras e no chão e escutavam um homem que palestrava. Quando estávamos mais o menos a uns 30 metros da reunião, uma energia amorosa chegou ate mim muito forte e a imagem do Mestre Jesus iluminou minha mente e meu coração, não é possível!!! Pensei, é o Mestre Jesus!!! Mas como pode ser!!! Nesses momentos senti uma energia amorosa incomparável, senti que amava esse homem, mas era realmente uma mistura de sentimentos que nasciam do profundo de meu coração, senti por ele o amor que se sente por uma criança ao mesmo tempo em que senti o respeito pelo Sábio, pelo Mestre, uma alegria indescritível, uma mistura de sentimentos que faziam minha alma vibrarem, que paz infinita, que poder cósmico vibrava nesses momentos nesse lugar, me senti pequeno ante a grandiosidade do Grande Mestre, como uma criança na espera do abraço amoroso e a palavra sabia e reconfortante... Continuamos caminhando em direção ao grupo, alguns foram a procurar um lugar onde sentar, eu fiquei de pe , não podia perder nem um segundo desse grandioso evento... O Mestre vestia uma túnica branquíssima e estava com seus pés na água transparente, onde apareciam suas sandálias, as pessoas permaneciam em profundo silencio enquanto o Mestre falava...
“Amados, amados filhos, não esqueçais nunca que o Amor é a chave primordial para a entrada ao reino de meu Pai, despi os de egos, de orgulhos e de tudo aquilo que pese em vossos corações...”  As palavras do Mestre me fizeram entrar em uma dimensão diferente, não era eu, não era o Juan, era o Ser que estava ali, que vibrava com a essência das palavras do Grande Mestre, meu Ser permanecia em silencio, recebendo suas palavras como uma suave brisa que refrescava minha alma cansada das lides materiais, que momento indescritível de graça cósmica!!
Compreendi suas palavras na essência, muitas coisas as pessoas que estavam em volta de ele não entendiam, mas permaneciam perto de ele pela vibração incomparável de amor que ele transmitia, falava de vida, de liberdade, de amor incondicional, de elevação espiritual, de mundos e planetas, do próprio universo, o Mestre continuo falando:
“Amados, agora que vocês já  são embaixadores do reino de meu Pai, ingressais em uma classe separada e diferente de todos os homens da Terra, já não sois homens entre os homens, se não que sois entre as criaturas ignorantes deste mundo ainda em trevas, cidadãos de um pais celestial , já não chega que vivais como tens vivido antes deste momento mas deveis viver como aqueles que tem provado a gloria de uma vida melhor e que tens sido enviados de volta a Terra como embaixadores do soberano de esse mundo novo e melhor, mais se espera do mestre que do aluno, do amo, mais se exige que do servo, dos cidadãos  do reino celestial mais se exigira que dos cidadãos da Terra ...” 
“Amados, quando um homem sábio, compreende os impulsos internos de seu semelhante, o amará e quando amais vosso irmão, já o tens perdoado...”
Em um momento em que o Mestre falava do futuro da Terra se voltou para onde eu estava e me olhou diretamente nos olhos... Novamente uma expansão de consciência... Um conhecimento primordial... Uma paz infinita banhou novamente minha alma...
Nosso amado Mestre dos Mestres, Jesus, me transmitiu, com infinito amor,  coisas que fizeram que minha vida tivesse sentido...
Obrigado,Obrigado Amado Mestre!! Gratidão Eterna!!                Humildemente    , Juan Valdes